Giambattista Della Porta

Aristóteles já havia descrito o mecanismo básico de funcionamento da câmara escura ao observar um eclipse do sol refletido no solo através do minúsculo furo de uma folha. A descrição mais básica e antiga de seu funcionamento cita: num quarto escuro, a luz atravessa um pequeno orifício na parede frontal e projeta uma imagem invertida da vista exterior numa parede ou tela no outro lado do quarto. Giambattista Della Porta foi o primeiro a recomendar seu uso para desenhos descrevendo sua montagem em um livro de 1558 e, mais tarde, numa segunda edição, citando seu uso em retratos com a colocação de modelos em frente ao orifício. Assim, estava definida aestrutura física rudimentar das máquinas fotográficas e futuramente das câmeras de cinema. Della Porta, para muitos, ainda é o verdadeiro inventor do telescópio, atribuído a Galileu Galilei, por ter descrito em 1589 os princípios das lentes côncavas e convexas, base do funcionamento destes.