Seção em Desenvolvimento. Algumas páginas disponíveis ao lado podem conter recursos trocados, porém todas já contém o preview.

Eles são os grandes culpados - afinal, é a visão técnica e artística deles que vemos nas telas de cinema como o resultado final de um longo processo. Eles ( normalmente ) trabalham em um filme desde o início, antes até da idéia existir. Muitas vezes, acumulam funções, e são também editores, roteiristas, compositores e até atores.

Esse século, sem exagero, pertence a eles...

Os 15 Mais Importantes Diretores do Cinema ( segundo este site )

A escolha dos mais importantes diretores deve-se à contribuição destes para a evolução do cinema. Por sua reconhecida importância, seus nomes não constam na lista dos Melhores Diretores. A numeração não foi feita pelo grau de importância, mas obedecendo certa ordem cronológica de seus trabalhos. Os Links são os mesmos do frame ao lado e levam às seções detalhadas de cada diretor, com artigos, biografia, filmografia e relações com seus filmes

Edwin S. Porter
DW Griffith
Charles Spencer Chaplin
GW Pabst
George Mèlies
Abel Gance
Sergei Eisenstein
Carl Theodor Dreyer
Luis Buñuel
FW Murnau
Fritz Lang
Jean Vigo
James Whale
Merian Cooper
Roberto Rosselini


Os 15 Melhores Diretores do Cinema ( segundo este site )

A escolha dos mais importantes diretores expressa unicamente a opinião deste site, e são colocados em ordem segundo opinião da Enciclopédia. Não constam aqui nomes da lista acima - alguns certamente teriam seu lugar aqui, como sergei Eisenstein e Carl Dreyer. Os links são os mesmos do frame ao lado

Akira Kurosawa
Alfred Hitchcok
Federico Fellini
Billy Wilder
Ingmar Bergman
John Ford
Jean Renoir
Stanley Kubrick
Satyajit Ray
Steven Spielberg
Orson Welles
Howard Hawks
Jean Luc-Godard
Elia Kazan
Martin Scorsese

 

 

O DIRETOR

O exercício dessa função apresenta dois aspectos contraditórios. Um, é o do diretor técnico, conhecedor do métier que dirige o filme como o piloto o avião. Com habilidade e conhecimentos. Nada mais. Pode pertencer à equipe fixa dos estúdios ou ser contratado para cada filme. Sua capacidade não extrapola os limites burocráticos. Simplesmente segue e executa o script. É o que ocorre, normalmente, no cinema comercial.

Já o diretor artista é um autor, conforme a concepção de teóricos franceses. Com argumento próprio ou de terceiro, o filme, no caso, é sempre obra de criação. Como o poeta, o romancista, o arquiteto, o dramaturgo e outros artistas, esse diretor também é autor, criador. Ao contrário do diretor-técnico, que filme o que se lhe determina ou impõe, esse diretor, como qualquer outro artista, concebe a estória ou a escolhe de outrem, mas, originada, a primeira ou subordinada a segunda à concepção e propósitos artísticos pessoais..."

Guido Bilharinho, "Cem Anos de Cinema" - Instituto Virgulino de Cultura