Cabe aos irmãos Louis e August Lumiére a invenção do cinema, mas antes que eles chegassem ao seu Cinematógrafo,a arte de reproduzir imagens já era antiga. Cerca de 5000 a.C. o jogo de sombras já surgia na China, projetando sobre paredes ou telas de linho figuras diversas recortadas e manipuladas, cuja ação era descrita por um narrador.A Câmara Escura, que seria a precursora das máquina fotográficas, é inventada por Giambattista Della Porta no século XV, depois de ter sido enunciado por Leonardo DaVinci no século XV.O fenômeno da persistência retiniana (fração de segundo em que a imagem permanece na retina), descoberto pelo inglês Peter Mark Roger, em 1826 permite o desenvolvimento de vários aparelhos destinados a registrar imagens paradas. A fotografia, desenvolvida simultaneamente por Louis-Jacques Daguerre e Joseph Nicéphore Niepce, e as pesquisas de captação e análise do movimento representam um avanço decisivo na direção do cinematógrafo.

O físico belga Joseph-Antoine Plateau é o primeiro a medir o tempo da persistência retiniana. Para que uma série de imagens fixas dêem a ilusão de movimento, é necessário que se sucedam à razão de dez por segundo. Em 1832, Plateau inventa um aparelho formado por um disco com várias figuras desenhadas em posições diferentes. Ao girar o disco, elas adquirem movimento. Émile Reynaud (1877) inventa o praxinoscópio, aparelho que projeta na tela imagens desenhadas sobre fitas transparentes. A princípio uma máquina primitiva, composta por uma caixa de biscoitos e um único espelho, o praxinoscópio é aperfeiçoado com um sistema complexo de espelhos que permite efeitos de relevo. A multiplicação das figuras desenhadas e a adaptação de uma lanterna de projeção possibilitam a realização de truques que dão a ilusão de movimento.

Em 1878 o fisiologista francês Étienne-Jules Marey desenvolve o fuzil fotográfico: um tambor forrado por dentro com uma chapa fotográfica circular. Seus estudos se baseiam na experiência desenvolvida, em 1872, pelo inglês Edward Muybridge, que decompõe o movimento do galope de um cavalo. Muybridge instala 24 máquinas fotográficas em intervalos regulares ao longo de uma pista de corrida e liga a cada máquina fios que atravessam a pista. Com a passagem do cavalo, os fios são rompidos, desencadeando o disparo sucessivo dos obturadores, que produzem 24 poses consecutivas. Pesquisas posteriores sobre o andar do homem ou o vôo dos pássaros levam Étienne-Jules Marey, em 1887, ao desenvolvimento da cronofotografia , a fixação fotográfica de várias fases de um corpo em movimento, que é a própria base do cinema.

O norte-americano Thomas Alva Edison inventa o filme perfurado. E, em 1890, roda uma série de pequenos filmes em seu estúdio, o Black Maria, primeiro da história do cinema. Esses filmes não são projetados em uma tela, mas no interior de uma máquina, o cinetoscópio – também inventado por Edison um ano depois. Mas as imagens só podem ser vistas por um espectador de cada vez.

Auguste Lumière (1862-1954) e Louis Lumière (1864-1948) nascem em Besançon, na França. Filhos de um fotógrafo e proprietário de indústria de filmes e papéis fotográficos, eram praticamente desconhecidos no campo das pesquisas fotográficas até 1890. Após freqüentarem a escola técnica, realizam uma série de estudos sobre os processos fotográficos, na fábrica do pai, até chegarem ao cinematógrafo. Louis Lumière é o primeiro cineasta realizador de documentários curtos. Seu irmão Auguste participa das primeiras descobertas, dedicando-se posteriormente à medicina.O aparelho – uma espécie de ancestral da filmadora – é movido a manivela e utiliza negativos perfurados, substituindo a ação de várias máquinas fotográficas para registrar o movimento. O cinematógrafo torna possível, também, a projeção das imagens para o público. O nome do aparelho passou a identificar, em todas as línguas, a nova arte (ciné, cinema,kino etc.).


Há mais de 100 anos ocorre a primeira exibição pública das produções dos irmãos Lumière, em 28 de dezembro de 1895, no Grand Café, em Paris. A saída dos operários das usinas Lumière, A chegada do trem na estação, O almoço do bebê e O mar são alguns dos filmes apresentados. As produções são rudimentares, em geral documentários curtos sobre a vida cotidiana, com cerca de dois minutos de projeção, filmados ao ar livre. Conta-se que, assim que viram o trem chegando na estação, vindo em direção à câmera, vários dos espectadores levantaram-se apavorados de suas cadeiras. Pequenos documentários e ficções são os primeiros gêneros do cinema. A linguagem cinematográfica se desenvolve, criando estruturas narrativas. Na França, na primeira década do século XX, são filmadas peças de teatro, com grandes nomes do palco, como Sarah Bernhardt. Em 1911, Carl Laemmle funda a Universal Pictures, vendida em 1962 para a agência de talentos MCA, que foi incorporada em 1990 ao grupo japonês Matsushita. Em 1913 surgem, com Max Linder – que mais tarde inspiraria Chaplin –, o primeiro tipo cômico e, com o Fantômas, de Louis Feuillade, o primeiro seriado policial. Em 1914, é lançado Darktown Power, primeiro filme americano inteiramente realizado por negros. produção de comédias se intensifica nos Estados Unidos e chega à Inglaterra e Rússia. Na Itália, Giovanni Pastrone realiza superproduções épicas e históricas, como Cabíria, de 1914. "Cabíria" pode ser considerado o primeiro grande épico do cinema, e teve forte influência no desenvolvimento da arte narrativa. D.W. Griffith assistiu a "Cabíria" duas vezes numa mesma noite fascinado pelo espetáculo oferecido por Pastrone. Cenários grandiosos, figurinos trabalhados, exotismo, ostentação. Foi a inspiração para Griffith realizar, mais tarde, um dos mais importantes filmes da história do cinema: "Intolerância".

Antes, no entanto, era necessário levar a nova invenção ao resto do mundo e fazê-la cumprir sua função. Em 1896 os Lumière equipam alguns fotógrafos com aparelhos cinematográficos e os enviam para vários países, com a incumbência de trazer novas imagens e também exibir as que levam de Paris. Os caçadores de imagens, como são chamados, colocam suas câmeras fixas num determinado lugar e registram o que está na frente. A Inglaterra, O México, Veneza, A cidade dos Doges passam a integrar o repertório dos Lumière. A Coroação do Czar Nicolau II, filmado em Moscou, é considerado a primeira reportagem cinematográfica.

Em 1896, Charles, Émile, Jacques e Théophile Pathé fundam a Pathé Fréres, que dois anos depois já é um império internacional. No mesmo ano, em "The Kiss", Thomas Edison mostra em close-up um beijo entre John Rice e May Irwin. Em 8 de julho, é realizada a primeira sessão de cinema no Brasil. Um ano depois, a primeira sala regular de cinema é inaugurada na Rua do Ouvidor, no Rio de Janeiro. E em 19 de julho de 1898, Afonso Segreto roda o primeiro filme brasileiro: a Baía da Guanabara vista do navio. Em 1899, surge a primeira das mais de 200 adaptações de Shakeaspeare nas telas: King John . É neste ano que a Eastman Kodak estabelece o formato-padrão para filmes cinematográficos profissionais, com 35 mm de largura e perfurações ao lado de cada fotograma. Somente em 1917, no entanto, a Sociedade dos Engenheiros Cinematográficos dos EUA adota essas medidas como oficiais.

Um Jardineiro - O primeiro ator do cinema